Informações do Post - - Andrea Rosevell - - 4 de outubro de 2017 | - 12:05 - - Home » - - Sem Comentários

Câmara dos Deputados: Comissão geral e de audiência pública debatem assassinato de policiais no Brasil

MANHÃ
O assassinato de policiais no Brasil é o tema da comissão geral que será realizada nesta quarta-feira, 4/10 , a partir das 10 horas, no Plenário da Câmara dos Deputados. O debate foi proposto pelos deputados do DEM Efraim Filho (PB), Alberto Fraga (DF) e Sóstenes Cavalcante (RJ). A Anaspra será representada pelo diretor de finanças Everson Henning, que também é diretor da Associação de Praças de Santa Catarina.

A comissão geral é quando a sessão plenária da Câmara é transformada reunião para debater assunto relevante. Nessa ocasião, diferentemente dos debates ocorridos durante a votação de matérias, além dos deputados, podem falar representantes da sociedade relacionados ao tema debatido.

Foram convidados para discutir o assunto:
– o tesoureiro da Associação nacional de Praças da PM e Bombeiros, Everson Henning;
– o vice-presidente da Associação Nacional das Entidades Representativas dos Policiais e Bombeiros Militares (Anermb), Gilberto Candido de Lima;
– o coronel da Polícia Militar e membro do Núcleo de Identidade Brasileira e História Contenporânea, Ibis Silva Pereira;
– o primeiro-tenente da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal Jorge martins; e
– o capelão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, capitão Enoque Rafael.

TARDE
Já a Comissão de Direitos Humanos e Minorias discute nesta quarta-feira, 4/10, o aumento da mortandade de policiais no Brasil. A audiência será realizada no plenário 9 a partir das 14 horas. A Anaspra será representada pelo presidente Elisandro Lotin.

Debatedores
Foram convidados para participar da audiência:
– o presidente da Associação Nacional de Praças (Anaspra), Elisandro Lotin de Souza;
– o ex-comandante da Academia de Polícia Militar e ex-comandante-geral da PM/RJ coronel Ibis Silva Pereira;
– a consultora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública Isabel Seixas de Figueiredo;
– o presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis, André Luiz Gutierrez; e
– o subprocurador-geral da República, coordenador da 7ª Câmara – Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do Ministério Público Federal, Mário Luiz Bonsaglia.

Com informações da Agência Câmara

Deixe uma resposta